ONG destina 200 mi de euros para construção de edifícios verdes

O conselho do Green Climate Fund (GCF) acaba de aprovar um financiamento de 220 milhões de euros para impulsionar edifícios verdes. O novo financiamento permitirá uma ampliação do Programa de Eficiência Energética em Edifícios (PEEB) sob o nome de PEEB Cool . Será implementado em conjunto pela Agence Française de Développement (AFD) e Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) com um orçamento total de mais de 1,3 bilhão de euros. 

No total, 11 países da África, Ásia, Europa Oriental e América Latina se beneficiarão do PEEB Cool, cuja missão é transformar os edifícios e o setor de construção, avançando no projeto, construção e operação de edifícios resilientes e com eficiência energética. Hoje, edifícios e construções respondem por quase 40% das emissões de gases de efeito estufa relacionadas à energia, e a porcentagem aumentaria se não fosse atendida, já que a demanda de energia para resfriamento de ambientes deve triplicar até 2050.  

Juntamente com a contribuição do GCF, a Agence Française de Dévelopment (AFD) desembolsará 1,1 bilhão de euros em empréstimos e 4 milhões de euros como subsídios de assistência a projetos, enquanto o Ministério Federal Alemão de Assuntos Econômicos e Ação Climática (BMWK) contribuirá com 2,5 milhões EUR como subsídios para apoio político e conscientização internacional. 

Albânia, Argentina, Costa Rica, Djibuti, Indonésia, México, Marrocos, Nigéria, Macedônia do Norte, Tunísia e Sri Lanka participarão. Mais de 1,13 milhão de pessoas verão suas condições de vida melhoradas a partir de edifícios energeticamente eficientes e adaptados aos efeitos do aumento das temperaturas. 

O PEEB Cool apoiará principalmente o desenvolvimento de novas construções, mas também abordará a reforma de edifícios existentes. Prevê-se que 35.000 edifícios renovados e novos beneficiarão do apoio direto do programa para se tornarem mais resilientes e eficientes. Cerca de 1,563 milhão de toneladas de CO2 equivalente serão reduzidas ou evitadas graças ao impacto do programa.  

As emissões de CO2 serão reduzidas em todas as fases de construção e operação, e uma forte ênfase será colocada na redução das emissões de refrigeração através do desenvolvimento de edifícios bioclimáticos, melhorando também o conforto térmico e a segurança dos usuários. 
Juntamente com a redução das emissões de gases de efeito estufa, o PEEB Cool visa aumentar a resiliência dos edifícios a eventos climáticos extremos, mas também a crises econômicas e escassez de energia. Por outro lado, espera-se que o PEEB Cool também ajude a criar cerca de 27.000 empregos, principalmente nas atividades de construção. 

Isabel Geppert, chefe do Secretariado do PEEB, saudou a aprovação do financiamento do GCF e expressou que “o PEEB e os parceiros de financiamento esperam trabalhar em estreita colaboração com os onze países para estabelecer rapidamente o PEEB Cool. Estamos muito conscientes de que, com a atual crise global de energia e clima, a urgência e a necessidade de edifícios resilientes e eficientes em termos de energia aumentaram ainda mais em nossos países parceiros. Na verdade, eles são elementos críticos na criação de meios de subsistência à prova de futuro.”  

Saiba mais sobre o projeto de financiamento aprovado, acesse o site do GCF .

Contato

Tel.: (32) 3532-6362
WhatsApp: (32) 98420-4422

Endereço
Rodovia Km 6, Ubá – MG, CEP 36500-000

Receba nossas novidades por e-mail

Falar conosco
Precisa de ajuda?
Olá, podemos te ajudar?